Página Principal  |  Vídeos  |  Classificados  |  Avaliação  |  Catálogo  |  Comparativo  |  Opinião do Dono  |  Rankings  |  Fale Conosco
Página Principal > Notícias                                                                                                                                                 Compartilhe:
Ford Ranger 2010 ganha nova frente e fica mais barata
06/08/2009    
 

 

 

 

 

Sem o motor flex que era aguardado para a nova Ranger, a Ford reduziu os preços da linha 2010, em relação ao modelo anterior, em uma tentativa de equilibrar a disputa com a principal rival, a Chevrolet S10.

Segundo a Ford, o motor bicombustível está em desenvolvimento e deve chegar em breve. A montadora afirma que a engenharia da marca ainda não atingiu uma relação potência e consumo de combustível interessante para o consumidor. Mas isso não será um problema de vendas, já que 75 por cento do mercado de picapes médias é a diesel.

Enquanto isso, por causa do motor flex ou não, a S10 dispara na frente do segmento. No fechamento do primeiro semestre deste ano foram emplacadas 16.742 unidades da picape da Chevrolet, contra 5.284 unidades da Ranger, que ocupa a quarta posição no ranking de vendas, atrás de Toyota Hilux e Mitsubishi L200, outras duas fortes concorrentes nas versões mais sofisticadas.

A saída encontrada pela Ford foi oferecer mais por menos. Em todas as versões da nova linha o preço foi reduzido e o pacote de série ganhou novos itens. A diferença do modelo de entrada, XL 4X2 cabine simples 2.3 a gasolina que parte de R$ 45.900, para a mesma configuração da versão anterior é de mais de R$ 3.000. Em relação a versão topo de linha Limited 4X4 cabine dupla 3.0 a diesel, que tem preço sugerido de R$ 96.730, a redução chega a mais de R$ 8.000.

Em comparação com a S10 que parte de R$ 46.927 na versão 2.4 flex 4X2 cabine simples, a Ranger de entrada, disponível apenas para frotistas, também está mais barata e passa a ser a picape média mais em conta do mercado.

Outra estratégia da Ford foi dar um tapa no visual que deixou a Ranger mais agressiva. As alterações se concentram na dianteira com novos desenhos do capô e faróis, para-choque em aço e barras da grade frontal cromadas nas versões topo de linha. Na traseira, as lanternas ficaram maiores, mas de longe é difícil notar a mudança.

Por dentro, as novidades são os novos grafismos do painel de instrumentos e todas as peças pintadas na cor preta que dão mais sofisticação ao interior. A partir do modelo XLS 4X2 cabine dupla a gasolina, com preço sugerido de R$ 60.960, a nova Ranger traz de fábrica ar-condicionado, espelho retrovisor elétrico pintado na cor do veículo, volante com ajuste de altura, acabamento do assoalho em carpete e alguns novos itens: vidros elétricos dianteiros e traseiros com acionamento um toque e sistema antiesmagamento, travamento automático das portas a 20 km/h e abertura e fechamento das portas e vidros por controle remoto.

Os motores 2.3 a gasolina e 3.0 a diesel, a suspensão e a transmissão manual de 5 velocidades continuam os mesmos. O fôlego do motor a diesel de 163 cv é sentido logo na primeira arrancada. O câmbio, como no modelo anterior, continua com engates longos e pouco suaves. Mesmo assim é muito confortável dirigir a Ranger já que a relação torque e potência ajuda nas ultrapassagens e o nível de ruído na cabine é baixo, fora a boa posição de dirigir. A sensação agradável ao volante é reforçada pela suspensão bem equilibrada.

Na terra, a Ranger também vai bem. O ângulo de ataque foi aumentado em quatro graus, mudança que pode não fazer tanta diferença na prática off-road, mas dá ao motorista a sensação da picape estar mais preparada para encarar a trilha. O modelo vem equipado com pneus de uso misto, 50 por cento para o asfalto e 50 por cento para a terra.

Ao todo são oferecidas 18 configurações diferentes, mas a Sport é uma das versões que sai de linha, pelo menos por enquanto. Segundo a Ford, a nova Ranger Sport também está passando por uma reestilização e deve dar as caras por aqui logo. Mas a nova linha traz dois novos modelos na cabine dupla: o de entrada XL 4x4 a diesel por R$ 81.740 e o topo de linha Limited 4x2 a gasolina por R$ 77.480. Outra novidade é a garantia total de fábrica que passa a ser de três anos, como a da concorrente Hilux.

 Avaliação do Ranger

 Opinião do dono

 Ficha técnica e equipamentos do Ranger

 Notícias sobre Ranger

 Anúncios de Ranger à venda

 Notícias de todos os carros

Indique esta página para seus amigos:


        


<< Nissan Sentra ganha motor flex a partir de R$ 55.290
Peugeot 206 1.4 modelo 2010 chega por R$ 26.900 >>
 Topo da página






Tabela Fipe
Confira o preço do carro que você quer comprar ou vender


Antes de comprar
Dicas e macetes para adquirir um veículo e como verificar sua procedência
Próximos Lançamentos
Saiba quais serão os principais lançamentos do mercado brasileiro
Carros mais vendidos
Confira gráficos com os carros mais vendidos separados por categorias


   Página Principal  |  Mapa do site  |  Sobre o site  |  Privacidade  |  Termos de uso  |  Mobile  |  Fale Conosco                                                                                                                             Comunicar erro