Página Principal  |  Vídeos  |  Classificados  |  Avaliação  |  Catálogo  |  Comparativo  |  Opinião do Dono  |  Rankings  |  Fale Conosco
Página Principal > Notícias                                                                         Compartilhe:
Honda apresenta novas CG 125 Fan e CG 150 Titan
01/12/2008    
 

 

 

 

 

A Honda lança a linha CG 2009 com injeção de combustível PGM-FI na Titan 150, para atender aos novos limites de emissões para motocicletas que entram no ano que vem. A Fan 125 continua com carburador, para conter os custos, mas também emite abaixo do novo limite legal. As vendas começam já em dezembro.

As novas Hondas CG passaram por alterações marcantes de estilo. O conjunto ótico envolto por uma meia-carenagem, e que engloba as luzes direcionais, deu novo ar ao modelo e, segundo a fábrica, teve inspiração na cabeça das aves de rapina. Houve quem não gostasse assim que o modelo foi revelado. A rabeta também foi redesenhada.

A fábrica ainda não divulgou os preços da CG 125 Fan que, como na versão de maior cilindrada, subiram 5 em média. Assim, a CG 150 Titan de partida a pedal KS, kick starter custa R 6.040 a mesma versão com partida elétrica ES, electric starter passa a R 6.590 com esse item mais freio dianteiro a disco ESD, electric starterdisc brake, R 6.990.

Apesar de a CG 125 Fan continuar com carburador, o motor deixou de ter comando de válvulas no bloco com válvulas no cabeçote, a arquitetura chamada OHV de overhead valves, sendo implícito que o comando fica no bloco, e passa a ter o comando no cabeçote, arranjo chamado OHC de overhead camshaft, com acionamento por corrente e balancins roletados. Foi sem dúvida um grande salto tecnológico. Mas no processo a potência diminuiu de 12,5 cv a 8.250 rpm para 11,6 cv à mesma rotação, embora o torque tenha subido um pouco, de 1,02 m.kgf a 7.000 rpm para 1,04 m.kgf a 6.000 rpm.

Parte das medidas para baixar as emissões é o uso de catalisador próximo ao cabeçote, no tubo de escapamento. Os metais nobres platina e ródio estão aplicados num núcleo de aço inox e não de cerâmica, como nos automóveis de 46 células por centímetro quadrado. O motor não tem árvore contra-rotativa de balanceamento, por questão de custo, mas não chega a vibrar demais. Outra mudança foi o aumento do tanque de combustível de 13,5 para 15,1 litros, 12 por cento mais.

O sistema de injeção usado na CG 150 Titan é típico dos utilizados nos automóveis. Há uma bomba de combustível elétrica submersa no tanque que mantém um circuito a 3,5 bars de pressão. Abertura, fechamento e duração aberta da válvula de injeção são comandadas por um módulo de comando eletrônico localizado no lado esquerdo abaixo do banco, que por sua vez é alimentado por informações do sensor de oxigênio, da pressão absoluta no tubo de admissão, da rotação do virabrequim e da temperatura do óleo. A marcha-lenta é controlada por uma válvula de ar acionada por motor de passo.

Há um sensor de inclinação lateral. Se a moto tombar, como numa queda, a bomba de combustível pára de funcionar de imediato, de modo a evitar o sempre perigoso derramamento de combustível. O sistema inclui o moderno diagnóstico de bordo ODB, sigla em inglês que possibilita analisar o funcionamento da injeção a partir da interpretação do padrão de piscar da luz amarela existente no velocímetro, após chaveamento efetuado numa concessionária ou serviço autorizado.

O mesmo catalisador da Fan é usado, mas num ponto mais abaixo no tubo de escapamento que, como na 125, possui chapa térmica protetora para evitar queimaduras nas pernas do passageiro. O motivo de usar núcleo de aço inox e não de cerâmica é maior resistência às vibrações nos motores de um só cilindro. Outra mudança está no sistema de escapamento, em que todo o tubo de descarga passar a ser de aço inox preto, um adeus ao tipo cromado. Segundo a Honda, a mudança está na maior temperatura dos gases de escapamento que normalmente acaba por azular o cromado próximo ao cabeçote, algo de que muitos proprietários de motos pequenas não gostam os das grandes adoram, diz a Honda....

Como na Fan, mudanças em torque e potência. Os mesmos 14,2 cv chegam a 500 rpm me

 Notícias sobre Motos

 Anúncios de Motos à venda

 Notícias de todos os carros

Indique esta página para seus amigos:





<< Ford traz ao Brasil furgão Transit a partir de R$ 83.990
Ford lança EcoSport com motor 2.0 Flex de 145 cv >>
 Topo da página






Tabela Fipe
Confira o preço do carro que você quer comprar ou vender



Antes de comprar
Conheça dicas e macetes para adquirir um veículo e saiba como verificar sua procedência

Próximos Lançamentos
Saiba quais serão os principais lançamentos do mercado brasileiro

Carros mais vendidos
Confira gráficos com os carros mais vendidos separados por categorias



   Página Principal  |  Mapa do site  |  Sobre o site  |  Privacidade  |  Termos de uso  |  Mobile  |  Fale Conosco                                             Comunicar erro