CARROS USADOS
As melhores ofertas estão aqui. Confira!
  Página Principal  |  Banco de Dados  |  Comparar  |  Cronologia  |  Notícias  |  Classificados  |  Opinião do Dono
Página Principal > Dicas > Motor Flexível                                                            Compartilhe: Facebook Twitter

Motor Flex

Como Funciona

O motor flex possui regulagem intermediária para queimar a gasolina e o álcool. Ao contrário do que muita gente imagina, o veículo flex tem apenas um tanque. Todo o sistema de alimentação é igual ao do carro a álcool. Os bicos injetores, que pulverizam o combustível para dentro do motor, são os mesmos do carro a álcool, que são 30% maiores e possuem mais vazão.

Taxa de compressão A taxa de compressão, índice que mede a quantidade de vezes que a mistura de ar e combustível é comprimida antes de explodir, é intermediária entre os motores a gasolina e os a álcool. Em geral, o derivado do petróleo trabalha com uma compressão de 9:1 (nove vezes o volume original), enquanto o combustível de cana fica em 12:1. Os carros flex usam uma taxa intermediária, ao redor de 11:1

Explosão Após a explosão, os gases queimados são analisados pela sonda lambda (sensor de oxigênio que fica no escapamento) e o módulo de controle do motor leva de dois a quatro milisegundos para corrigir o ponto de ignição e a injeção - ou seja, os acertos são feitos depois da queima. Quando as indústrias começaram o desenvolvimento dos flex, tentou-se criar um sistema que reconhecesse o líquido antes de ser queimado, mas não deu certo.


Os problemas dos Flexíveis

Flex

Na mistura álcool + gasolina o álcool tende a formar uma goma, que pode obstruir e até entupir o filtro de combustível. Quando entra gasolina (que atua como solvente) no sistema de alimentação, ela costuma desgrudar essa goma, o filtro de combustível é a primeira vítima. Se ele é danificado, a bomba de combustível é obrigada a trabalhar mais sem resultado já que o combustível não passa pelo filtro. A bomba queima. A sujeira também pode impregnar os bicos injetores, reduzindo sua condição ideal de trabalho. Além disso o carro flex não pode ficar parado por muito tempo. A mistura se separa devido a densidade variada dos elementos. Assim a água é o primeiro líquido a ir ao motor quando ele é ligado. O módulo que controla o funcionamento flex não reconhece a água. O motor falha. Portanto procure rodar apenas com um combustível. Quem roda pouco deve usar gasolina. Os flexíveis que usam ou só álcool ou só gasolina têm menos problemas que os abastecidos com a mistura dos dois.

Sempre que mudar de gasolina para álcool, rode com o carro de 7 a 10 quilômetros para que a sonda lambda reconheça a troca e faça a reprogramação da injeção eletrônica. Assim, o combustível acumulado entre o tanque e o motor será queimado. Caso contrário, você pode ter problemas para ligar o veículo no dia seguinte em temperaturas baixas.

Vale a pena converter um carro a gasolina para álcool?

Não é recomendável fazer a conversão. Além da calibração dos parâmetros de mistura ar-combustível e de ignição específica para cada modelo de motor - um processo demorado que dificilmente será cumprido pelas oficinas de conversão -, há a questão de a taxa de compressão dos motores a gasolina ser bem mais baixa que aquela que proporciona pleno aproveitamento do etanol (álcool etílico). Desse fato resultará consumo elevado, o que anularia a potencial vantagem. Além disso, certos componentes teriam de ser substituídos para resistir ao etanol, casos da bomba de combustível e da bóia do tanque. E as válvulas e as sedes de válvulas no cabeçote poderiam se desgastar mais rápido.



Qual a proporção de álcool no seu tanque*?

Gasolina na bomba: litros
Álcool na bomba: litros
Preço do litro de gasolina: R$
Preço do litro de álcool: R$
  
Porcentagem de álcool no tanque: %
Gasolina no tanque: litros
Álcool no tanque: litros
Relação preço álcool/preço gasolina: 
Gasto com gasolina: R$
Gasto com álcool: R$
Gasto total: R$

   Se a porcentagem de álcool no tanque for maior que 85%, a partida do motor pode ficar comprometida em dias frios (abaixo de 17º C) caso o sistema de partida a frio não esteja funcionando adequadamente.
   * considerando que a gasolina vendida no Brasil contém 27% de álcool etílico anidro.
 


Consulte os carros flex à venda nos classificados Carros na Web.

Confira a ficha técnica e fotos dos carros Flex cadastrados no Banco de Dados.

Mais dicas sobre Motores.

 Indique esta página para seus amigos: Facebook Twitter











Avalie seu carro - consulte o valor através da tabela FIPE Tabela Fipe
Confira o preço do carro que você quer comprar ou vender



Veja o que saber antes de comprar um carro Antes de comprar
Conheça dicas e macetes para adquirir um veículo e saiba como verificar sua procedência

Próximos lançamentos de carros no Brasil Próximos Lançamentos
Saiba quais serão os principais lançamentos do mercado brasileiro



COMPARATIVO DO DIA
Hyundai i30 CW vs. Honda City






   Página Principal  |  Mapa do site  |  Sobre o site  |  Privacidade  |  Termos de uso  |  Mobile  |  Fale Conosco                                             Comunicar erro